Conteúdo

Mesmo com a pandemia chegando ao fim, a realização do mini wedding, tendência que está crescendo muito, deve continuar em ascensão, é o que afirma a cerimonialista Sandra Colin – um dos principais nomes do mercado de festas em Curitiba.

Vamos falar um pouco sobre mini wedding?

O mini wedding, também conhecido por ser um casamento mais intimista, revela um estilo de comemoração que tem como principal característica o número reduzido de convidados. O mini wedding nem sempre precisa ser sinônimo de economia. É um estilo que permite aos anfitriões, ou seja, os noivos, concentrarem seus esforços financeiros em buffet, bebidas e até mesmo na decoração. Portanto, nem sempre o mini wedding é “mini” por ser um formato de evento mais barato.

Menos convidados e mais detalhes?

No mini casamento, os noivos têm uma liberdade maior quando o assunto é orçamento. Com o número de convidados reduzido, os noivos podem elevar a qualidade dos serviços mais importantes para o casal, que geralmente são os convites, decoração, buffet, bar e fotografia, por exemplo.

“O número de convidados nas festas está diminuindo cada vez mais. Aqui no escritório, há alguns anos, era muito comum muitas festas com 700 e 500 convidado, por exemplo. No entanto percebemos, até mesmo desde antes da pandemia – uma diminuição bastante considerável no número de convidados e também que o mini wedding vem crescendo muito entre os clientes, ano a ano”, diz Sandra.

“É bastante comum organizarmos, no entanto, festas com 180 a 200 convidados. A pandemia, é claro, forçou as pessoas a reduzirem suas listas de convidados por conta de decretos, mas, não foi ela quem criou a tendência. O mini wedding por si só é uma tendência que vai continuar em alta, com ou sem pandemia”, acrescenta a profissional.

Despesas fixas e variáveis

O que é importante, para quem está começando a planejar o evento, é pensar nas despesas e organizar o orçamento do mini wedding.

“Despesas fixas são fixas, independente do número de pessoas no evento. As despesas variáveis, que envolvem custos com bebida e comida, por exemplo, aí sim são interferidas pelo número de convidados. Eu faço casamentos pequenos, por exemplo, que com o mesmo valor do evento pequeno poderíamos também colocar o dobro de convidados”, reflete Colin.

Então, para quem confundiu mini wedding com casamento econômico, a resposta é: esse estilo de comemoração é para quem prefere festas mais íntimas e reservadas!

Se você está começando a pensar no seu mini wedding, procure uma boa assessoria, defina número de convidados, pesquise o espaço do evento, estilo de decoração, gastronomia e música. São detalhes importantes que traduzem a essência do casal e tornam mais fácil e harmonioso o trabalho de planejamento.

Aproveite para ler, no blog da Sandra, algumas dicas para quem está buscando esse estilo de evento.

Clique aqui

O Grés realiza seu evento para até 22 pessoas com menu personalizado de acordo com suas necessidades. Você pode fazer uma simulação de custos na nossa calculadora de eventos sem precisar entrar em contato, isto é receba uma prévia dos seus gastos totalmente online. Legal, não é mesmo?!

E viva o amor!